ÁREA RESTRITA -

Esqueci a senha / Cadastre-se

QUEM SOMOS


A Sociedade Brasileira de Economia Administração e Sociologia Rural
é uma sociedade civil sem fins lucrativos fundada em 19 de fevereiro de 1959 durante a I Reunião Bianual de Economistas Rurais, sendo então denominada Sociedade Brasileira de Economistas Rurais (SOBER).

A Sober só foi plenamente constituída em 23 de fevereiro de 1960, durante a II Reunião de Economistas Rurais do Brasil, realizada nas instalações da Fundação Getúlio Vargas e da Federação das Indústrias, no Rio de Janeiro. Nessa ocasião foi discutido e aprovado o primeiro estatuto da sociedade e eleita a primeira diretoria.

Assinaram sua ata de constituição os sócios fundadores, ou seja, todos os que participaram das duas primeiras reuniões, totalizando 44 economistas rurais, que atuavam como professores das principais universidades brasileiras, profissionais de instituições de pesquisa e extensão como a Fundação Getúlio Vargas, Serviço de Economia Rural do Ministério de Agricultura, Instituto de Economia Agrícola da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, associações cooperativas de crédito, Banco do Nordeste, entre outras.

Nesta II Reunião Bianual de Economistas Rurais do Brasil também foi aprovado o primeiro estatuto da associação. A Ata de Constituição da Sober foi registrada no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Viçosa, Minas Gerais, sob nº 1573, em 02 de junho de 1961.

A partir da VI Reunião, os encontros passaram a ser anuais e foram realizados sem interrupção desde então. A Sober cresceu durante esta fase, contando hoje com cerca de 550 sócios ativos e cerca de 900 no total.

A SOBER completou recentemente Cinqüenta Anos de existência, marcados pela intensa e continua discussão da produção intelectual de seus associados e pelas contribuições às políticas publicas para agricultura. Esta trajetória de pesquisa e debate foi marcada pelas mudanças econômicas, pelas alterações no marco político e institucional, pelas políticas de ciência e tecnologia e de desenvolvimento agrícola e, sobretudo, pelos paradigmas e visões dominantes na economia, na administração e na sociologia rural. Assim, a consulta aos anais do congressos da Sober mostra como a mesma debateu e contribuiu para a resolução dos problemas da agricultura, do agronegócio e do meio rural do Brasil nas ultimas décadas.

A história da Sober também se confunde com a das instituições de ensino, pesquisa e extensão e com o ensino de pós-graduação no Brasil. Desde suas primeiras reuniões, a Sober abriu espaço para a discussão de técnicas de ensino, programas de curso, planos de extensão, entre outros assuntos, contribuindo para a estruturação e a consolidação da Economia, da Administração e da Sociologia rurais nas universidades nacionais.

O quadro de sócios da sociedade abrigou importantes pesquisadores e docentes, sendo que alguns deles tiveram também carreiras políticas e ocuparam cargos na estrutura publica de ensino, pesquisa e extensão e em órgãos do poder executivo, como ministérios e secretarias de agricultura. Estes nomes podem ser consultados na galeria de sócios e de destaques.

Os principais veículos de divulgação da produção científica da SOBER têm sido a Revista de Economia e Sociologia Rural e os Anais do Congresso Brasileiro de Economia administração e Sociologia Rural, o mais importante evento anual da área no Brasil.




55° Congresso 54° Congresso 1º Simpósio da SOBER Norte />
          </a>
          </a>
          <a href= bt-associe-se-2