53º Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural: “Agropecuária, Meio Ambiente e Desenvolvimento”53º Congresso da Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural

Lançamento de Livros

Orientações para os Lançamentos de Livros

Prezados Soberianos,

Informamos que está aberta a inscrição para envio de propostas para os lançamentos de livros no 53º Congresso da SOBER. Obrigatoriamente, pelo menos um dos autores da obra deverá ser sócio da SOBER com anuidade em dia. Somente poderão ser lançadas no evento obras editadas no período de julho de 2014 a julho de 2015. Os lançamentos serão organizados durante os horários de Coffee Break ao longo do evento. A distribuição da ordem dos lançamentos será de acordo com o recebimento das solicitações, que devem ser enviadas como “Assunto: Lançamento de Livros“ para o Prof. Jorge Luiz Mariano, e-mail: soberlivros@gmail.com,  com as seguintes informações:


Título da obra:
Autor(es):
Editora:
Ano:
Número de páginas:
Dimensões:
ISBN:
Breve resumo da obra (máximo de 150 palavras)
Enviar, em anexo, cópia da capa do livro em PDF (para disponibilização no site)


A SOBER é uma Sociedade Científica que colabora com a divulgação de obras de cunho técnico-científico disponibilizando espaço no evento para o lançamento de livros, todavia não se responsabiliza por danos eventuais (extravios, roubos etc.), bem como o transporte ou venda do material.

A venda de exemplares da obra lançada poderá ser realizada diretamente pelo(s) autor(es) no dia do lançamento ou por livraria presente ao congresso durante todo o evento.

Após resposta por parte do Prof. Jorge Luiz Mariano, para melhor controle, todo o material de divulgação deverá ser enviado por SEDEX ou SERVIÇO IMPRESSO NORMAL com Registro Módico. Devendo ser enviado aos cuidados do Prof. Tiago Sobel no Endereço:

Universidade Federal da Paraíba – UFPB

Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA

DEPARTAMENTO DE ECONOMIA

Campus Universitário I

Cidade Universitária – João Pessoa – PB

CEP: 58051-900


53º Congresso da SOBER, 2015

PROGRAMAÇÃO DE LANÇAMENTO DE LIVROS

Data: 27 de julho de 2015, segunda-feira

Horário do coffee-break: 16h-16h30

Local: Hall do Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA, UFPB


LIVRO 1

Título: Gestão de sistemas de agronegócios
Autores: Decio Zylbersztajn, Marcos Fava Neves, Silvia M. de Queiroz Caleman
Editora: Editora AtlasAno: 2015

Número de páginas: 345

Dimensões: 17X24 cm

ISBN: 978-85-224-9914-4 (versão digital : 978-85-224-9915-1)

Breve resumo da obra

O PENSA-Centro de Conhecimentos em Agronegócios ao completar 25 anos lança mais uma obra sobre gestão de Sistemas Agroindustriais. O livro “Gestão de sistemas de agronegócios” destina-se a estudantes e profissionais interessados no tema. A obra cobre temas relevantes para os estudos dos sistemas agroindustriais contemporâneos, entre eles estão: Governança de Sistemas Agroindustriais, Organização Industrial aplicada, Métodos para o Estudo de Sistemas Agroindustriais, Contratos e Coordenação em Sistemas Agroindustriais, Conflitos Contratuais, Relações Interorganizacionais, Formas Plurais de Governança, Sustentabilidade, Cooperativas e Ações Coletivas, Comportamento dos Produtores Rurais, Financiamento dos Sistemas Agroindustriais, As Agroholdings, Qualidade dos Alimentos e Comportamento dos Consumidores. O livro é concluído com um olhar para o futuro dos Sistemas Agroindustriais. O conteúdo do livro dá suporte para a elaboração de estratégias por parte de empresários e gestores públicos envolvidos com os negócios agroalimentares, atuando nos setores de insumos, serviços, agroindústrias, produtores rurais, cooperativas e indústrias de base agrícola.

Capa


LIVRO 2

Título: Desenvolvimento rural e gênero: abordagens analíticas, estratégias e políticas públicas
Organizadores: Jefferson A. R. Stadutto, Marcelino de Souza e Carlos Alves do Nascimento
Editora: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)Ano: 2015

Número de páginas: 348

Dimensões: 16x23cm

ISBN: 978-85-386-0260-6

Breve resumo da obra

Os estudos contidos na obra consideram que nenhum grupo social e demográfico pode ser negligenciado no processo de desenvolvimento rural. Neste contexto, torna-se particularmente importante sistematizar pesquisas e reflexões que tratam sobre o desenvolvimento na perspectiva da participação das mulheres como agentes e como beneficiárias desse processo. Os estudos se baseiam em várias escalas analíticas, com privilégio no meio rural, mas sem desprezar as relações com o urbano, bem como diversas metodologias oriundas das Ciências Humanas e Sociais Aplicadas. As pesquisas são construídas por meio de pesquisas empíricas a partir de estudos com dados primários e dados secundários, assim como estudos comparativos em níveis inter e intra-regional. Também, nos estudos apresentados destacam-se o acompanhamento das políticas públicas direcionadas para a inclusão das mulheres e sensíveis à abordagem de gênero, pois em alguma medida elas refletem o modelo de desenvolvimento proposto pelos governos vigentes e pelas políticas de Estado.

Capa


LIVRO 3

Título: Turismo rural em tempos de novas ruralidades
Organizadores: Artur Cristóvão, Xerardo Pereiro, Marcelino de Souza e Ivo Elesbão
Editora: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)Ano: 2014

Número de páginas: 272

Dimensões: 14x21cm

ISBN: 978-85-386-0238-5

Breve resumo da obra

Os textos desta obra foram apresentados na 8ª Edição do Congresso Internacional sobre Turismo Rural e Desenvolvimento Sustentável (CITURDES), realizado em Chaves, Portugal, em 2012, o qual teve como objetivo refletir sobre o papel do turismo em contextos de novas ruralidades. Nestes contextos os turistas se encontram com os velhos residentes rurais, com os novos habitantes neo-rurais, com os recém-chegados e com os regressados que se deslocam ao rural na procura do que imaginam ser uma melhor qualidade de vida. Essa “translocalidade” se apresenta como uma mistura complexa de agentes sociais que estão reconstruindo e dando novos significados aos espaços rurais tradicionais, para o qual o turismo rural contribui decisivamente associado às ideologias de renaturalização e patrimonialização cultural. Este livro traz contribuições para o entendimento do turismo rural, tanto como propulsor destas mudanças, como também uma manifestação da passagem de sociedades agrárias e industriais para sociedades de serviços ou pós-industriais.

Capa


LIVRO 4

Título: Processos agrícolas e mecanização da cana-de-açúcar
Organizadores: Guilherme de Castro Belardo, Marcelo Tufaile Cassia, Rouverson Pereira da Silva
Editora: Associação Brasileira de Engenharia RuralAno: 2015

Número de páginas: 608

ISBN: 978-85-646-8106-4

Breve resumo da obra

O livro contém capítulos introdutórios que detalham a situação atual e perspectivas da agricultura canavieira e os demais são de caráter técnico, detalhando as melhores práticas agrícolas para a mecanização da agricultura canavieira. Entre os colaboradores que se dedicaram à construção da obra estão alguns que atuam nas principais usinas, empresas e universidades do Brasil, cada um compartilhando bem-sucedidas experiências nas áreas de atuação. Entre as instituições estão Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo – ESALQ/USP; Universidade Estadual Paulista – UNESP de Jaboticabal e Botucatu; Universidade Federal de São Carlos – UFSCAR de Araras; Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP; Instituto Agronômico de Campinas – IAC; Centro de Tecnologia Canavieira – CTC; Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios – APTA e o Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas – PECEGE, grupo de Extensão da ESALQ/USP.

Capa

Data: 28 de julho de 2015, terça-feira

Horário do coffee-break: 10h30-11h

Local: Hall do Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA, UFPB

 


LIVRO 1

Título: Pesquisa em desenvolvimento rural: aportes teóricos e proposições metodológicas (Volume 1 )
Autores: Marcelo Antonio Conterato, Guilherme Francisco Waterloo Radomsky, Sergio Schneider (Organizadores)
Editora: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Série Estudos Rurais)Ano: 2014

Número de páginas: 320

Dimensões: 16x23cm

ISBN: 978-85-386-0245-3

Breve resumo da obra

Constantemente estudiosos do mundo rural se veem confrontados com o imperioso exercício da multidisciplinaridade em suas pesquisas. É latente a necessidade de construir e testar diferentes métodos a partir de fenômenos rurais ou agrícolas. Cada vez mais se reconhece a importância de que novas metodologias sejam testadas e (re)constituídas a partir da realidade empírica. Este livro foi pensado para apoiar os estudiosos dos fenômenos rurais, apresentando-se assim como uma compilação de possibilidades teóricas e metodológicas aos interessados pelo rural lato sensu.

Capa


LIVRO 2

Título: Pesquisa em Desenvolvimento Rural: técnicas, bases de dados e estatística aplicadas aos estudos rurais (Volume 2)
Autores: Guilherme Francisco Waterloo Radomsky, Marcelo Antonio Conterato, Sergio Schneider
Editora: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Série Estudos Rurais)Ano: 2015

Número de páginas: 350

Dimensões: 16x23cm

ISBN: 978-85-386-0266-8

Breve resumo da obra

É comum encontrar entre os estudiosos dos processos de desenvolvimento rural o uso de métodos, técnicas e instrumentos variados para pesquisa. Entretanto, parte importante dos avanços metodológicos realizados por pesquisadores não é divulgada adequadamente na comunidade científica. este livro tem como propósito apresentar perspectiva atuais sobre métodos e ampliar o debate acerca das diferentes possibilidades no uso de técnicas e instrumentos de pesquisa social.

Capa


LIVRO 3

Título: Participação, território e cidadania: um olhar sobre a política de desenvolvimento territorial no Brasil
Autores: Josefa Salete B. Cavalcanti, Maria de Nazaré Baudel Wanderley, Paulo André Niederle (Orgs.)
Editora: Editora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)Ano: 2104

Número de páginas: 439

ISBN: 978-85-415-0482-9

Breve resumo da obra

Esta publicação traz ao debate público os principais resultados obtidos a partir de um exercício de pesquisa sobre duas realidades singulares de intervenção da política territorial, quais sejam, o Território da Cidadania Sertão do São Francisco, em Pernambuco, e o Território da Cidadania Paraná Centro, no Estado do Paraná. Escolhidos tanto em virtude das características diferenciais que apresentavam no que tange ao funcionamento da política territorial quanto pelas facilidades decorrentes dos contatos anteriores que as equipes de pesquisa já possuíam, estes territórios foram contrastados com vistas a permitir uma análise em profundidade das realidades multiformes de implementação do Programa Territórios da Cidadania, embora não representem a diversidade dos contextos nacionais. O olhar sobre essas realidades sociais foi tomado como ponto de partida para que as equipes de investigação pudessem, trabalhando de forma integrada, produzir uma série de reflexões sobre a experiência da política territorial.

Capa


LIVRO 4

Título: Lá no território: um olhar cidadão sobre o programa territórios da cidadania
Autores: Josefa Salete B. Cavalcanti, Paulo André Niederle, Claude Raynaut, Angela D. D. Ferreira (Orgs.)
Editora: Editora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)Ano: 2104

Número de páginas: 205

ISBN: 978-85-415-0540-6

Breve resumo da obra

Este livro apresenta resultados de uma pesquisa de avaliação do Programa Territórios da Cidadania (PTC), realizada por pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em colaboração com o Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural (NEAD-MDA), a Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT-MDA) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO-ONU). O Programa Territórios da Cidadania insere-se no campo das políticas públicas ancoradas em uma abordagem territorial. Lá no Território propõe um caminho metodológico para analisar e avaliar, por um lado, o modo como se constrói uma aproximação entre as populações locais com essas políticas públicas e, por outro lado, a distância ainda a percorrer no que tange ao reconhecimento pleno de segmentos sociais a quem, historicamente, foram cerceados os direitos de cidadania.​

Capa

Data: 28 de julho de 2015, terça-feira

Horário do coffee-break: 16h-16h30

Local: Hall do Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA, UFPB


LIVRO 1

Título: Extrativismo vegetal na Amazônia: história, ecologia, economia e domesticação
Autor: Alfredo Homma
Editora: EmbrapaAno: 2014

Número de páginas: 467

Dimensões: 15 x 23 cm

ISBN: 978-85-7035-335-1

Breve resumo da obra

Em 2013 marcou 25 anos do assassinato do líder sindical Chico Mendes (1944-1988), que foi o ícone mundial associada à criação de reservas extrativistas para preservar as florestas tropicais. O extrativismo tem um limite devido a oferta fixa determinado pela natureza. Extrativismo é apropriado quando o mercado é pequeno ou quando grandes estoques existirem na natureza. Quando o mercado começa a crescer, o setor extrativo é incapaz de suportar o crescimento da demanda. Foi por causa da limitação da produção para atender o consumo que a humanidade começou, há dez mil anos, o processo de domesticação de plantas e animais. Hoje, há mais de três mil plantas cultivadas e centenas de animais em todo o mundo já foram domesticados. Nós simplesmente não poderíamos estar alimentando mais de 7 bilhões de pessoas apoiando na coleta produtos da natureza. É uma ilusão pensar que vamos sobreviver somente com a coleta de produtos florestais. Devemos dar atenção para as áreas que foram desmatadas na Amazônia (17%), superior a 75 milhões de hectares (2012), mais do que a soma dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Para manter nossas florestas intactas, temos de olhar para as áreas já desmatadas e aproveitar as dezenas de plantas extrativas que têm problemas de abastecimento (frutas, aromáticas, medicinais, inseticidas, madeira, etc.). Os governos devem, portanto, apoiar investimentos na domesticação de plantas potenciais da biodiversidade amazônica. Para manter o extrativismo devemos evitar a pesquisa sobre a domesticação, de criar alternativas econômicas e do crescimento de mercado. Há um equívoco supor que todos os produtos florestais não-madeireiros são sustentáveis, porque nem toda extração econômica garante sustentabilidade biológica e vice versa. Extrativismo vegetal foi muito importante no passado, continua a ser no presente, mas precisamos pensar no futuro, para democratizar os produtos da biodiversidade amazônica.

Capa


LIVRO 2

Título: Políticas públicas de desenvolvimento rural no Brasil
Organizadores: Catia Grisa, Sergio Schneider
Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Série Estudos Rurais)Ano: 2015

Número de páginas: 624 p.

Dimensões: 16x23cm

ISBN: 978-85-386-0262-0

Breve resumo da obra

O livro “Políticas Públicas de Desenvolvimento Rural no Brasil” visa proporcionar um panorama do conjunto das políticas públicas que atualmente incidem sobre o meio rural brasileiro, e repercutem na dinâmica econômica e social e nas diversas e complexas realidades regionais. Os capítulos abordam a trajetória, contribuições, limites e desafios de políticas agrícolas, agrárias, sociais, ambientais, de segurança alimentar e nutricional, de desenvolvimento territorial, de ciência e tecnologia, e de políticas direcionadas para grupos sociais específicos do meio rural brasileiro. Almeja-se que o livro possa contribuir com a formação de estudantes de graduação e de pós-graduação e estimular a agenda de estudos e pesquisas de professores e pesquisadores que trabalham constantemente para produzir conhecimento sobre a atuação do Estado no desenvolvimento rural. O livro também busca dialogar com policy makers, extensionistas rurais, organizações não governamentais, e sociedade civil que atua nos temas rurais, agrários, ambientais, segurança alimentar e nutricional, etc.

Capa


LIVRO 3

Título: Indicadores de sustentabilidade em agroecossistemas: aplicações em diversos tipos de cultivo e práticas agrícolas do Rio Grande do Norte
Organizadores: Valdenildo Pedro da Silva, Gesinaldo Ataíde Cândido
Editora: Editora do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN)Ano: 2015

Número de páginas: 258

Formato 527 x 210 mm

ISBN: 978- 85-816-1070-2

Breve resumo da obra

Esta coletânea de textos versa sobre uma abordagem diversa de temas da agricultura moderna norte-rio-grandense e sua sustentabilidade, a partir da aplicação de indicadores. Trata-se de uma produção cientifica em rede, da qual tem participado varias instituições de ensino e pesquisa do Nordeste brasileiro em atendimento ao edital MCT/CNPq/MEC/CAPES/CT-AGRO/CT-HIDRO/FAPS/EMBRAPA nº 22/2010 — Redes Nacionais de Pesquisa em Agrobiodiversidade e Sustentabilidade Agropecuária (REPENSA), que visou selecionar propostas para apoio financeiro a projetos em redes que viessem a contribuir significativamente para o avanço da sustentabilidade da agropecuária brasileira. O livro em pauta apresenta uma série de artigos relacionados a aplicações dos conceitos, abordagens e modelos de sistemas de indicadores de sustentabilidade agrícolas em diversos tipos de cultivos em localidades no estado do Rio Grande do Norte. O livro tem conteúdo contributivo para estudantes, professores, pesquisadores, representantes institucionais e planejadores que buscam participar do diálogo proporcionado sobre agricultura e sustentabilidade, no qual a teoria social e interdisciplinar contemporânea incorpora em sua agenda a discussão sobre o desenvolvimento de uma agricultura que seja sustentável, serena e convivial, ou duradora, tanto socioeconômica como ambientalmente.

Capa

Data: 29 de julho de 2015, quarta-feira

Horário do coffee-break: 16h-16h30

Local: Hall do Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA, UFPB


LIVRO 1

Título: Escolha alimentar e o papel da intergeracionalidade
Autores: Caroline Pauletto Spanhol Finocchio, Dario de Oliveira Lima S. Filho, Maria de Fátima Evangelista Mendonça Lima
Editora: UFMSAno: 2015

Número de páginas: 76 p.

Dimensões: 14x21cm

ISBN: 978-85-7613-496-1

Breve resumo da obra

Compreender a alimentação é uma tarefa desafiadora e tem despertado o interesse de pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, da mídia e do governo. O ato alimentar ultrapassa as dimensões biológicas e nutricionais, para se inserir em um campo mais amplo, em que se observa a interação de forças políticas, sociais e psicológicas. É nesse contexto que se destaca a escolha alimentar e o papel da intergeracionalidade, que tem como objetivo principal entender o sentido dado pela família, especificamente a mãe, à escolha de alimentos. O estudo revela que a escolha das mães por alimentos está ancorada, de um lado, no fator intergeracional, e de outro lado, está fundamentada no conhecimento e no preço, o que implica o envolvimento tanto da emoção quanto da cognição.

Capa


LIVRO 2

Título: A agricultura familiar em face das transformações na dinâmica recente dos mercados
Autores: Sheila Maria Doula, Ana Louise de Carvalho Fiúza, Erly Cardoso Teixeira, Janderson Damasceno dos Reis, André Luis Ribeiro Lima
Editora: Suprema Gráfica e EditoraAno: 2014

Número de páginas: 316

Dimensões :15,5 x 22,3cm

ISBN : 978.85.8179.075-6

Breve resumo da obra

A coletânea de artigos aqui tem como objetivo levar a um público mais amplo os debates realizados no XXVI Seminário Internacional de Política Econômica que teve como eixo temático “A agricultura familiar em face às transformações na dinâmica recente dos mercados”. O evento foi realizado em outubro de 2014 no Departamento de Economia Rural da Universidade Federal

de Viçosa.

Capa

Realização

  •  

    Patrocínio

  •  

    Apoio

  • apoio

    apoio
  •  
    iTarget